Conteúdo e informação

O Rei de L'Anse-Saint-Jean

…existe uma pequena cidade chamada L’Anse-Saint-Jean, pouco conhecida, a não ser pelo inusitado fato de ter elegido um sistema monárquico recentemente…No entanto nem todos viram de forma alegre esta iniciativa, e a cidade começou a se deparar com muitos obstáculos,… muitas iniciativas fora fronteiras foram tomadas para matar a monarquia dos anjeannoienses…,e a cidade antes desconhecida, majestalmente conquistou livrar-se de um apocalipse financeiro e assim seus habitantes vislumbram melhores dias…

      Por Odair Deters

 
      Hoje a monarquia habita mais os livros e histórias infantis, qualquer apoio as suas idéias resulta no mínimo em excentricidade, para a maioria das pessoas, ela resulta em um Rei absolutista, cercado de nobres, em sintese algo histórico, associado a Idade Média. Estamos acostumados com o regimes presidencialistas, esquecemos que os países com os melhores índices de desenvolvimento humano, são geralmente monarquias parlamentares, como a Noruega, Suécia, Reino Unido e Canadá. No entanto neste post não nos deteremos a analisar à viabilidade ou não de uma monarquia, mas nos centraremos justamente no Canadá, que é onde estamos a nos deparar com o surgimento de uma nova e pequena monarquia. Na região canadense de Quebéc, existe uma pequena cidade chamada L’Anse-Saint-Jean, pouco conhecida, a não ser pelo inusitado fato de ter eleito um sistema monárquico recentemente, e justamente por ser pouco conhecida e buscar desenvolver o turismo local que a pequena cidade optou por tornar-se uma monarquia.

L'Anse-Saint-Jean
      A pequena aldeia rural com 1269 habitantes, foi fundada em 1838 por um grupo de exploradores de madeira, porém o fato mais marcante da história desta cidade foi alcançado em 21 de janeiro de 1997 quando em um referendo, 73,9% dos votos a tornaram no Reino de L’Anse-Saint-Jean. Com a formação da monarquia ocorreu a coroação do Rei de L’Anse-Saint-Jean, Denys Tremblay, tornando se o Rei Denys I. A coroação ocorreu na igreja Sain-Jean-Baptiste, num ato simbólico, tendo em vista a participação histórica da igreja na coroação dos antigos reis, assinando assim a legitimidade deste regime.
      A região sofreu com uma enchente de julho de 1996, contraindo assim fortes dívidas, e como forma de se reerguer iniciaram o processo de criação de uma micro-nação com a coroação de um monarca, isto direcionou os olhares de forma até alegre para este povoado no interior de Quebéc. No entanto nem todos viram de forma alegre esta iniciativa, e a cidade começou a se deparar com muitos obstáculos, iniciando com a dificuldade para a eleição de prefeitos para os 9 municípios criados dentro do então município, também foi criados 3 ducados e 21 baronatos, mas as maiores dificuldades estariam presentes fora das fronteiras da jovem nação, com o inicial discurso do novo rei que com audácia desafiou a Rainha Elisabeth II, e mais uma enorme quantidade de enfrentamentos administrativos nas esferas regionais e nacionais, surgiram os primeiros preconceitos políticos, religiosos e artísticos e nem mesmo a bandeira do reino que visivelmente se encontra hasteada detêm reconhecimento oficial, muitas iniciativas fora fronteiras foram tomadas para matar a monarquia dos anjeannoienses.

      O primeiro municipio monarquico das Américas, conseguiu de ilustre desconhecido ir atingindo suas metas de promover o turismo, com as iniciativas foram também criadas uma casa da moeda, sendo este um começo interessante para estimular a economia, uma cerveja local, que assim como outros produtos artesanais tiveram grande valorização, um museu real foi construído e já está em voga a edificação de um castelo.

 L'Anse-Saint-Jean

      A idéia inicial que consistia em arrecadar fundos para um projeto denominado St. John-a-Millennium, que buscava a limpeza da floresta, a extração seletiva de árvores, novas plantações e o fomento ao turismo, teve iniciais impedimentos devido a tendência monárquica criada, fazendo com que muitos patrocinadores do projeto, devido a pressões externas tivessem que se retirar, mas esta oposição não venceu a determinação e ousadia deste povo, que logrou o sucesso do projeto, o Rei tornou-se público e consede entrevista para a mídia de diversos países, e a cidade antes desconhecida, majestosamente conquistou livrar-se de um apocalipse financeiro e assim seus habitantes vislumbram melhores dias.

       Salve o Rei!

Monarchy of L’Anse-Saint-Jean: http://www.roidelanse.qc.ca/

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.