Câncer: Uma Chance para Viver

Dr. Dennis Slamon, ficou conhecido pelo seu tratamento revolucionário para o câncer de mama e em 2008 seu trabalho se tornou filme com o título “Uma Chance para Viver”.

Dr. Dennis Slamon, ficou conhecido pelo seu tratamento revolucionário para o câncer de mama e em 2008 seu trabalho se tornou filme com o título no Brasil, “Uma Chance para Viver“.

Dr Dennis Slamon
Dr. Dennis Slamon

Durante 12 anos, o Dr. Slamon e seus colegas conduziram pesquisas clínicas e laboratoriais que levou ao desenvolvimento de um novo medicamento para o câncer de mama Herceptin, que visa uma alteração genética específica encontrada em cerca de 25% dos pacientes com câncer de mama. Para reconhecer as realizações de Slamon, o presidente Bill Clinton nomeou Slamon ao Painel do Câncer de três membros do Presidente em Junho de 2000.

 O filme, de título original: Living Proof“, ou “Prova Viva”, mostra a luta do Dr. Slamon para levar a cabo suas experiências para salvar mulheres com câncer de mama e o quanto foi difícil convencer o laboratório farmacêutico financiador da pesquisa para poder levar adiante o projeto, tendo levado 2 anos para dar os primeiros passos para poder testar seu tratamento em pacientes.

 Sinopse:

O Dr. Dennis Slamon trabalha no menor laboratório da UCLA (Universidade da California, Los Angeles), tem o menor orçamento e nenhum estudante da área de ciências se candidata como seu assistente. O cientista se esforça demais e é pouco valorizado, mas tem o apoio da esposa e acredita no que faz. Dr. Slamon está desenvolvendo uma droga experimental para o tratamento do câncer da mama. Herceptin é um anticorpo produzido nas células e, em doses maciças, o médico acredita que possa ser uma terapia não tóxica para 25% das mulheres com diagnóstico de câncer da mama.

Mas o laboratório Genentech teme prejuízos, corta verbas e pensa interromper o financiamento da pesquisa. Quando tudo parece perdido, Lilly Tartikoff, esposa de um antigo paciente do dr. Dennis, se oferece para levantar fundos entre os amigos. Ao encontrar Ronald Perelman, executivo da Revlon, ela se apresenta e pede uma chance para falar sobre a pesquisa com o Herceptin. Começará aí uma generosa parceria.

O câncer e o filme

“O filme é um grande incentivo para que as mulheres busquem também alternativas no tratamento.” Dr. Slamon.

O fato que ressalta nesse filme não é o caso de mais uma droga a ser produzida e vendida a pessoas desesperadas e dispostas a pagar qualquer preço por sua vida, mas o quanto é difícil e árdua a luta para ir contra o sistema feito de pessoas que nada se importam com vidas, mas sim de negócios.

 

Uma emocionante história de vida de lutas contra o sistema burocrático e político para defender vidas humanas. No final, o médico mostra que vale a pena lutar pela vida de cada pessoa.  

 

O filme é baseado na história verdadeira vida de Dr. Dennis Slamon e no livro HER-2: The Making of Herceptin, um tratamento revolucionário para o câncer de mama por Robert Bazell.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.